Tiro esportivo e jogos olímpicos

Tiro esportivo e jogos olímpicos

Confira neste artigo como o tiro esportivo começou a fazer parte das olimpíadas.

O tiro esportivo

Conhecido popularmente como tiro ao alvo, é um esporte que possui diversas modalidades e há simpatizantes do mundo inteiro que aderem a essa prática.

Para saber manejar bem a arma, algumas habilidades precisam ser desenvolvidas. O atirador deve ter muita precisão e deve ser ágil enquanto maneja a arma de fogo.

Neste artigo, será detalhada a história deste esporte nos Jogos Olímpicos. Ela demonstra como já é uma atividade consagrada entre seus praticantes. Além disso, vamos ensinar como se pratica o tiro esportivo.

Tiro esportivo como esporte olímpico

A história desse esporte nos Jogos Olímpicos remonta ao século XIX. Isso quer dizer que o tiro esportivo já é praticado há muito tempo e é um esporte em constante evolução.

O número de modalidades desse esporte pode variar. Houve Olimpíadas em que chegaram a ser feitas 21 provas diferentes.

A primeira mulher a disputar esse esporte foi em 1968, nos Jogos Olímpicos sediados no México. Nesta olimpíada, porém, ela disputou apenas com homens. A modalidade feminina veio apenas no ano de 1984.

Entre os brasileiros, já houve até medalhista. Guilherme Paraense, tenente do exército, venceu o ouro em 1920, na Antuérpia, Holanda. Foi no chamado “tiro rápido” e constituiu no primeiro ouro olímpico do país na história. Nosso país possui 1 ouro, 2 pratas e 1 bronze no esporte.

Algumas das provas mais recentes são: a carabina três posições 50 metros; a carabina deitado 50 metros; a carabina de ar 10 metros; a pistola 50 metros; a pistola tiro rápido 25 metros; a pistola de ar 10 metros; a fossa olímpica; a fossa olímpica dublê e o skeet.

Os recordes das provas são dominados por atletas de alguns países, em específico. Estados Unidos, China, Rússia e Itália demonstram ser competidores muito fortes tanto no masculino quanto no feminino.

Como praticar o tiro esportivo

Como pode ser visto, este esporte possui uma história enorme e já é consagrado mundialmente. Se você se interessou por ele, vamos às dicas de como praticá-lo.

As regras que são basilares da modalidade foram escritas ainda no ano de 1814 pelo coronel britânico Peter Hawker. Ele publicou um livro em que expunha quais seriam as principais normas para o tiro esportivo. Antes disso, porém, já era praticado de forma mais solta desde a Idade Média.

Desde então ele se desenvolveu bastante. O ápice foi a consolidação nos Jogos Olímpicos, como apresentamos acima. Até mesmo já inclui há décadas homens e mulheres disputando – seja juntos ou separados por gênero.

Se você quer saber como praticar o tiro esportivo, temos algumas dicas:

Filie-se a um clube de tiro: são muitas opções por todo Brasil. Ali você terá contato com tudo o que precisa saber para aprender a atirar. Além disso, vão saber ensinar as regras do tiro esportivo moderno.

Sempre esteja protegido: é necessário usar proteção com óculos específico, colete (para guardar as balas) e um tampão de ouvidos para proteger do som alto.

Documentação: como você irá lidar com arma de fogo, é necessário passar por um processo burocrático. O exército é o responsável por indicar o procedimento a ser feito. Para atirar, é necessário ter um certificado de registro que vale por 2 anos.

Depois disso é só escolher a modalidade que você prefere e focar nela. Você pode atirar com arma de fogo. Vá a um clube de tiro, veja com qual modalidade você se identifica mais e escolha como quer praticar.

Este esporte histórico conquista fãs pelo mundo todo. Se você é uma dessas pessoas, não hesite em ir atrás. É só seguir nossas dicas.

Venhas até nós, somo o Clube 40, oferecemos cursos e espaço para prática. Estamos esperando por você.

Compartilhe essa informação:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *