Saiba tudo sobre o procedimento para importação de arma de fogo

Saiba tudo sobre o procedimento para importação de arma de fogo

Conheça o passo a passo de como importar arma de fogo legalmente no Brasil.

Ainda existem muitas dúvidas em relação ao procedimento para importação de arma de fogo. E você, sabe como importar arma de fogo legalmente?

É verdade que o processo é bem burocrático e pode ser um pouco demorado, mas seguindo as instruções corretas e apresentando a documentação necessária, não tem erro! Confira o que você precisa fazer para realizar a importação de armas de fogo.

Quem pode fazer a importação de armas de fogo?

A indústria bélica no Brasil pode apresentar uma variedade de armamentos, mas muitas vezes a melhor opção é a importação de armas de fogo.  

Se você quer importar arma de fogo para o Brasil, você precisa ter o Certificado de Registro de posse de arma, devidamente emitido pela Polícia Federal.

Lembre-se de que o direito ao porte ou posse de armas de fogo no Brasil é controlado pelo Estatuto do Desarmamento e que o Certificado confere apenas a posse de arma e não o porte.

Além disso, você precisa preencher alguns requisitos para solicitar a posse de arma, como por exemplo ser maior de 25 anos. O Estatuto também prevê algumas regras para comprar armas de fogo, bem como para o procedimento para importação de arma de fogo.

Como importar arma de fogo legalmente?

ARMA DE FOGO

Para importar arma de fogo para o Brasil você precisará de uma licença expedida pelo Exército Brasileiro, o chamado Certificado Internacional de Importação), que deverá ser registrado na Siscomex .

É importante lembrar que para realizar a importação de armas de fogo, você precisará também de uma autorização do DFPC, órgão do Exército responsável por controlar a entrada e saída de armamentos no país.

Confira quais são os documentos necessários durante o procedimento para importação de arma de fogo:

  • Capeador para análise da importação
  • Duas cópias do Certificado Internacional de Importação (frente e verso)
  • Formulário de controle de licenciamento de importação em via única
  • Comprovante de pagamento da Guia de Recolhimento da União (GRU), referente a importação de produtos controlados
  • Declaração da entidade de tiro de vinculação do requerente, comprovando que promove ou sedia eventos em que os produtos pretendidos podem ser empregados
  • Declaração de ranking dos últimos 12 meses
  • Documentação complementar com especificações técnicas do produto, quando imprescindível a análise do processo

Agora que você já sabe como importar arma de fogo legalmente, também sabe que o processo envolve muita burocracia. Por isso, esteja atento a cada etapa do procedimento para importação de arma de fogo e separe os documentos com antecedência para evitar qualquer imprevisto.

Importar arma de fogo para o Brasil pode ser um pouco demorado, mas quanto mais organizado você for, mais rápido será o seu processo de importação de armas de fogo.

Onde praticar?

praticar tiro

Depois de importar arma de fogo para o Brasil, que tal conhecer o Clube Ponto 40?

Oferecemos os melhores cursos de tiro e também pacotes avulsos para você praticar! Acesse o site para conferir as opções.

Gostou deste conteúdo? Acesse o site do Clube Ponto 40 para conhecer os cursos e se tornar um sócio!

Compartilhe essa informação:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *