NOTÍCIAS E DICAS

Arma de fogo em casa, ter ou não?

Arma de fogo em casa, ter ou não?

Arma de fogo em casa.

Vamos falar um pouco sobre isso. Partindo do princípio de estarmos ligados em todas as leis vigentes. Infelizmente não é todo o cidadão de bem que já pode possuir uma arma de fogo em sua residência, uma arma legal precisa de um processo as vezes longo para aquisição e também um investimento para custear. No Brasil a muita gente que defenda a ideia e isso vem tomando uma proporção mais visível aos olhos de quem vai contra, alguns outros tem um certo conceito criado em suas mentes e que proliferou durante gerações que tornou se quase uma cultura,  De que uma arma de fogo é sinônimo de tragédia, Concordamos com isso desde que a arma esteja em mãos opostas.
Sejamos sinceros um cidadão de bem não é aquele que sai por aí procurando ter motivos para se defender ao contrário tem muita gente cansado dessa confusão toda e que realmente merece estar apenas  protegido, mesmo porque, é o mesmo que ‘não” está esperando que algo o importune.
A igualdade de forças é totalmente injusta em muitas situações, tente imaginar a seguinte cena: um senhor desarmado, mais ou menos 60 anos, abordado por um delinquente 30 anos mais novo, com certa dificuldade até mesmo de segurar uma arma por não dominar a prática e com toda frieza no olhar toma seus pertences e no meio da ação, não suporta o peso em sua mão e dispara quase de forma ‘acidental’ tirando a vida daquele cidadão que se quer nem pensou em reagir, e assim sem conseguir filtrar seus sentimentos evadi da cena levando alguns trocados, um relógio e uma aliança, deixando ali no chão a esperança de alguém que se dedicava por sua família e acreditava que a sua calma e fé sempre bastaria..
Isso é duro, mas são fatos que acontecem, infelizmente periodicamente em nosso país.
E se esse mesmo senhor estivesse dominando a sua proteção, empunhando firmemente sua arma ou seja sua proteção, a probabilidade ‘dele’ ter findado ali no chão junto com sua vida seria totalmente oposta.
Aí a quem pense, mas o que ele estava fazendo ali, aquela hora, poderia ter passado por outro caminho….

ASSALTANDO
Então a realidade ainda é mais dura, isso acontece aqui, ali e até mesmo dentro de uma residência aonde deveria de ser o porto seguro de qualquer cidadão de bem.
Proteger se está longe de fazer mau ao próximo.  É apenas não querer ser o próximo.

 

O processo psicológico, o treinamento e curso de tiros e o investimento de aquisição em uma boa arma são necessários e distingue quem quer se proteger de verdade.

 

Vou deixar abaixo alguns dados importantes de 2017

Roubos seguidos de morte
o aumento no número de roubos seguidos de morte em 2017 é o maior desde 2003
De janeiro a julho, só no estado de São Paulo teve 237 casos de roubos seguidos de morte. Foi um aumento de quase 20% em relação ao mesmo período de 2016. É o maior número desde 2003.

Homicídio 
Impressionante casa dos 60Mil casos no ano em todo o Brasil

Assalto a mão armada
Incontáveis

Levantamento diz que há um latrocínio para cada 211 roubos a residência.

170605_infografico_atlas_violenciaMapa by: http://ipea.gov.br

Quer começar com um curso de especialização e práticas de tiro.

Clubeponto40.com.br

Compartilhe essa informação:


Top 10 Armas Mortíferas

Top 10 Armas Mortíferas

10 Armas Extremamente Mortíferas de Hoje

As armas mais mortais do mundo poderia ser dividida em mecânica e não mecânica. Hoje, vamos analisar o mundo mecânico das armas. Esta lista inclui armas que são tecnicamente avançadas, como metralhadoras, metrôs, rifles e rifles de atiradores e, portanto, aqui está.

 

10. Heckler-Koch HK MG4 MG43 metralhadora

HK_MG4_01-600x180

Esta metralhadora leve que é alimentada por cinto 5.56mm foi projetada e desenvolvida pela empresa alemã Heckler & Koch. A criação de armas foi no final da década de 1990 e o primeiro vislumbre público foi em setembro de 2001. O produto possui um design leve, que forneceu segurança máxima ao seu usuário, juntamente com alta confiabilidade em condições adversas. Além disso, suas munições vieram em uma grande variedade de diferentes fabricantes sem a necessidade de ajustar seu sistema de gás. Inicialmente, o design era conhecido como MG43 e hoje substituiu muitas outras metralhadoras de seu tempo devido a melhores características técnicas.

9. Precisão Internacional AS50 Snipe Rifle

as50

A arma AS50 foi fabricada por uma empresa britânica chamada Exceed International. A característica mais popular é que ele permite que seu usuário se concentre em seu alvo com uma raiva muito longa com alta precisão. Este rifle é altamente transportável, ergonômico e leve. Além disso, a desmontagem de um AS50 poderia ser adquirida sob três minutos sem uso de ferramentas. Outras características de design incluem recife de aço usinado de duas partes, trilhos adicionais e precisão de 1,5 MOA. O AS50 pesa 14,1 quilos (31 lb) vazio e contém cinco rodadas de .50 BMG em uma única caixa de caixa removível.

 

8. F-2000 rifle de assalto

Uzi-600x358

O F2000 Assault Rifle foi projetado por FN Herstal na Bélgica. O F2000 foi fabricado publicamente em 2001 em uma exposição realizada em Abu Dhabi. Suas características incluem um sistema de armas modulares e um calibre compacto de 5.56x45m Nato configurado em um layout de cachorrinho. O rifle consiste em dois conjuntos principais e um protetor de mão removível é instalado na frente do gatilho, o qual completa e encerra a proteção do gatilho. Quanto à segurança em questão, o fogo selecionado é o tipo de segurança do manual de armas e protege a arma contra a descarga acidental. Assim, fazer o F2000 é uma arma de fogo seletiva operando a partir de um parafuso fechado.

7. Heckler & Koch HK 416 Assault Rifle

HK416_Assault_Rifle_by_Hawk17015-600x589
O F2000 Assault Rifle foi projetado por FN Herstal na Bélgica. O F2000 foi fabricado publicamente em 2001 em uma exposição realizada em Abu Dhabi. Suas características incluem um sistema de armas modulares e um calibre compacto de 5.56x45m Nato configurado em um layout de cachorrinho. O rifle consiste em dois conjuntos principais e um protetor de mão removível é instalado na frente do gatilho, o qual completa e encerra a proteção do gatilho. Quanto à segurança em questão, o fogo selecionado é o tipo de segurança do manual de armas e protege a arma contra a descarga acidental. Assim, fazer o F2000 é uma arma de fogo seletiva operando a partir de um parafuso fechado.

 

6. XM307 ACSW Advanced Heavy Machine Gun

img_28_8110_11

ACSW significa Advanced Crew Served Weapon. O XM307 era uma metralhadora de granada de casca inteligente de 25 mm. Ele é projetado para ser leve e dois homens armas utilizáveis, bem como a capacidade de ser montado em um veículo. O alcance através do qual pode matar pessoas é de dois mil metros e pode destruir as embarcações, helicópteros e veículos blindados leves, a mil metros. Foi projetado pelo exército dos EUA para substituir e complementar o Lançador de granadas MK 19 e a metralhadora pesada M2. Poderia disparar até 25 mm de estilo de explosão de ar e munição detonante, a uma taxa constante de duzentos e sessenta rodadas por minuto e com um alcance tão efetivo como até 2 quilômetros.

 

5. Kalashnikov AK 47 Assalto Rifle da Rússia

ak-47
Mikhail Kalashnikov desenvolveu o AK-47 na União Soviética. Este é um fuzileiro de assalto selectivo de fogo, gás, 7,62×39 mm. Seu trabalho de design começou na Segunda Guerra Mundial e depois de 1946; AK-47 oficialmente apresentado para julgamentos militares. Mesmo após seis décadas, este modelo é o mais utilizado e os rifles de assalto populares no mundo devido à sua durabilidade, baixo custo de produção e facilidade de uso. Sua fabricação é feita em muitos países e tem sido atendida com forças armadas, além de organizações revolucionárias e terroristas em todo o mundo. O AK-47 foi a base para o desenvolvimento de muitos outros tipos de armas de fogo individuais e equipadas

 

4. Metralhadora MG 3 da Alemanha

MG3_
O MG 3, que é uma metralhadora de uso geral alemão, foi oficialmente criado para a Nato Catridge de 7,62×51 mm. O design desta arma também é derivado da Segunda Guerra Mundial. O MG3 foi desenvolvido no final da década de 1950 e ainda depois de um longo período de tempo, é usado para servir como uma arma de suporte de esquadrão que também pode ser usada como uma metralhadora montada em um veículo. A arma e seus derivados também foram adquiridos pelas forças armadas de mais de 30 países. Os direitos de produção da metralhadora foram adquiridos pela Itália, Espanha, Paquistão, Grécia, Irã, Sudão e Turquia.

 

3. Sub-metralhadora Uzi

Uzi-600x358

O Major Uziel Gal em Israel projetou a metralhadora Uzi. Está relacionado às espécies de metralhadoras de sistema de parafusos abertos e abertos. As pistolas são consideradas como as variantes menores e é uma das primeiras armas a usar o desenho do parafuso telescópico que permite que a revista seja usada como uma pistola para uma arma menor e menor, um design não visto desde o japonês Máquina pistola tipo II. Em 1950, seu protótipo foi completado como majoritário. As tropas do escalão traseiro, os oficiais, as tropas de artilharia e os petroleiros, bem como uma arma de frente, definiram como uma arma de defesa pessoal por forças de ataque de infantaria leve de elite.

 

2. Thomson M1921 M1928 Sub-metralhadora / Tommy Gun

Tommy_Gun3-600x450

A Thompson M1921 M1928 Submachine Gun inventada por John T. Thompson sob a categoria de metralhadoras americanas, em 1919. Durante a era da proibição não era tão famoso e foi usado tanto pelos partidos dos policiais quanto por criminosos. Esta metralhadora também é conhecida como Tommy gun ou Trench Broom. Devido à sua ergonomia, foi favorecida pelas pessoas boas e boas, além disso, a compactação da arma, a confiabilidade, o grande cartucho e o alto volume de incêndio automático somaram toda sua vantagem. Desde então, tornou-se popular entre os coletores e usuários de armas.

 

1. DSR-Precision DSR 50 Sniper Rifle

stuff001

DSR 50 é um rifle de sniper que inclui as modificações necessárias para disparar a rodada de calibre .50 mais poderosa. É um rifle de ação, anti-material que é fabricado na Alemanha. O DSR 50, quando se trata de design, segue o cachorro de touro juntamente com a tecnologia de barril flutuante. O bipé dobrável é colocado no topo de onde o cano é encontrado, e a preensão frontal maleável é colocada abaixo do barril. O DSR 50 possui calcinha totalmente ajustável e peça de bochecha. O suporte para a revista sobressalente é instalado antecipadamente no início da proteção do gatilho que diminui o tempo de recarga.DSR 50-ação possui um grau de correspondência com um cano estriado que pode ser trocado rapidamente e é fixado com a ajuda de três parafusos no receptor.

Compartilhe essa informação:


Industria bélica no Brasil

Industria bélica no Brasil

No Brasil o comércio de Armas por mais oculto que pareça tem uma movimentação importante. Reunimos nacionalmente grandes fábricas uma pequena parte é distribuída internamente.

Cinco empresas formavam a indústria bélica do Brasil em 2005: a Forjas Taurus S.A., IMBEL, CBC, E. R. Amantino e Amadeo Rossi S.A.. No geral, a grande maioria desse mercado está voltada ao mercado externo, e esse caminho tem sido definido naturalmente desde o Estatuto do Desarmamento.

No entanto, uma das empresas exerce liderança no mercado interno civil e poderia ser a maior prejudicada: a Taurus. Isso ocorre porque a Imbel é uma empresa pública vinculada ao Ministério da Defesa e tem como principal objetivo as Forças Armadas.

De acordo com o resultado do referendo sobre a proibição da comercialização de armas de fogo e munições, podemos ter um novo cenário econômico para a indústria de armas e munições no Brasil.

Compartilhe essa informação:


Indústria bélica

Indústria bélica

A indústria bélica, armamentista ou militar é o comércio e a indústria global que fabrica e vende armas e munições, equipamentos e tecnologia militar. Compreende barneey governamental ou privada envolvida na pesquisa, desenvolvimento, produção e serviços de materiais, equipamentos e instalações militares. As empresas produtoras de armas produzem os mais diversos tipos de armas principalmente para as forças armadas de quase todas as nações. Departamentos governamentais também estão envolvidos na indústria armamentista, comprando e vendendo armas, munições e outros artigos militares. Armas de fogo, mísseis, aeronaves, veículos e embarcações militares, entre outros, são os subprodutos da indústria bélica. Tem um papel significativo no próprio desenvolvimento da ciência e da tecnologia, principalmente em tempos de guerras,como a 1ª e 2ª guerra mundial.

220px-MunitionsWorkersToronto
Operárias montando pistolas na planta
fabril de munições “John Inglis”,
Canadá, em abril de 1944.

Cerca de dólares são gastos na indústria militar todos os anos, cerca de 2,7% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial, embora em 1990 esse gasto tenha correspondido a cerca de 4% do PIB mundial. O conjunto de vendas das 100 armas mais vendidas corresponderam a cerca de 315 bilhões de dólares em 2006. O comércio internacional de armas em 2004 movimentou mais de 30 bilhões de dólares, embora tenha caído pela metade em 2008.

Muitos países industrializados têm uma indústria bélica doméstica que satisfazem suas próprias forças armadas. Outros países permitem o comércio legal de algumas armas permitidas para a população civil com poucas restrições, como nos Estados Unidos, enquanto que em outros existe uma extensa rede de comércio ilegal de armas, também nesses países, mas principalmente em países subdesenvolvidos e em desenvolvimento.

Em muitas nações, o suprimento armamentista é garantido pelo governo, ganhando grande importância política. A ligação entre política e a indústria bélica resulta no complexo militar-industrial, termo cunhado pelo ex-presidente americano Dwight D. Eisenhower, onde as forças armadas, o comércio e a política mantêm estreitas relações.

Durante a Guerra Fria, a exportação de armas era uma das táticas de influência das principais superpotências, os Estados Unidos e a União Soviética, em países do Terceiro Mundo. A corrida armamentista também dominou a esfera mundial naquela época, culminando na construção armas de destruição em massa.

Compartilhe essa informação:


Resenha da Arma AK-47

Resenha da Arma AK-47

Após o final da Segunda Guerra Mundial, o mundo tornou-se bipolar, dividido-se entre duas grandes potências, uma capitalista (Estados Unidos) e a outra socialista (União Soviética – atual Rússia). Tal período ficou conhecido como Guerra Fria, marcado por constantes ameaças tanto de confronto armado direto através de tropas, quanto indireto, através de bombas nucleares de longo alcance.

(mais…)

Compartilhe essa informação:


Como escolher a sua primeira arma

Como escolher a sua primeira arma

Vai adquirir sua primeira arma de fogo?

Uma das dúvidas mais comuns para quem quer se proteger com uma arma de fogo diz respeito a qual modelo de arma seria indicado pelo Instituto DEFESA aos novatos.

Vamos te passar informações suficientes para ajudá-los a escolher racionalmente. (mais…)

Compartilhe essa informação:


COLT A HISTÓRIA

COLT A HISTÓRIA

“Abe Lincoln pode ter libertado todos os homens, mas Sam Colt os fez igual” (mais…)

Compartilhe essa informação:


GLOCK A HISTÓRIA

GLOCK A HISTÓRIA

A pistola de ação segura Glock é a arma de fogo favorecida para dois terços das agências de aplicação da lei dos EUA, para não mencionar as forças armadas e as agências de segurança de países de todo o mundo incluindo a Policia Federal. (mais…)

Compartilhe essa informação:


BERETTA A HISTÓRIA

BERETTA A HISTÓRIA

Beretta é o nome comum atribuído à fábrica de armas de fogo italiana Fabbrica d’Armi Pietro Beretta S.p.A., cujo fundador oficial foi Pietro Beretta, e às armas por esta fabricadas.

História: (mais…)

Compartilhe essa informação:


SMITH & WESSON A HISTÓRIA

SMITH & WESSON A HISTÓRIA

Horace Smith e Daniel B. Wesson vieram de famílias antigas da Nova Inglaterra. Horace aprendeu o comércio de armas de fogo enquanto trabalhava no Armory Nacional em Springfield, Massachusetts. A experiência de Daniel veio de aprendizado com seu irmão Edwin Wesson, o principal fabricante de rifles e pistolas alvo na década de 1840. (mais…)

Compartilhe essa informação:



1 2 3 6